HN43 Brasil

O tratamento das neoplasias de cabeça e pescoço, assim como a própria patologia, afeta uma variedade de funções corporais, principalmente a respiração, deglutição e fala, com grande potencial causador de problemas físicos, emocionais e sociais. Como consequência, pode haver comprometimento considerável da qualidade de vida dos pacientes. Assim sendo, e visando mensurar adequadamente esta variável, fundamental na avaliação dos resultados terapêuticos, o EORTC (Organização Europeia para Pesquisa e Tratamento do Câncer) publicou, recentemente, o questionário EORTC QLQ-H&N43.

 

O objetivo do estudo é avaliar a qualidade de vida de pacientes com neoplasia de cabeça e pescoço em tratamento oncológico no Brasil. Objetivamos a comparação da qualidade de vida de pacientes submetidos às várias técnicas de cirurgia, radioterapia e quimioterapia (com ou sem terapia alvo molecular) utilizadas nos centros envolvidos neste protocolo. Também serão avaliados outros endpoints, como controle local, sobrevida livre de metástases, e sobrevida global. Objetivamos, finalmente, o estudo da toxicidade desenvolvida por pacientes submetidos a tratamentos com terapias-alvos moleculares (associadas ou não a radio/quimioterapia) e sua repercussão na qualidade de vida destes indivíduos.

 

Será aplicado o questionário EORTC QLQ-H&N43 a todos os pacientes com neoplasias de cabeça e pescoço em tratamento nas instituições participantes. Estes serão avaliados antes do início do tratamento oncológico e, em seguida, a cada seis meses, por um período previsto de dois anos (ou sob livre demanda, no caso de sintomatologia que a justifique). Será aceita a inclusão de pacientes já operados, antes do início do tratamento adjuvante.